Salvador tem programação especial para Dia Internacional da Mulher

03/03/2015 07h46

 

As comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado no próximo domingo (8), começam nesta terça-feira (3), em Salvador. Palestras sobre o enfrentamento da violência, eventos culturais, passeio ciclístico, exibição de filmes e peças temáticas, assim como a inauguração de uma casa de acolhimento para vítimas de violência doméstica, estão entre as ações que serão promovidas pela prefeitura, por meio da Superintendência de Políticas para Mulheres (SPM).

Programação
As atividades começam com a apresentação do vídeo institucional "Violência contra a mulher: é hora de quebrar o silêncio", às 18h, no Centro Cultural da Barroquinha, nesta terça-feira. Já no domingo (8), uma parceria entre SPM e o Movimento Salvador Vai de Bike promoverá um passeio ciclístico pelo fim da violência contra a mulher.

Cerca de 500 ciclistas devem sair, a partir das 8h, do Dique do Tororó, passando pela Avenida Centenário, Barra, Ondina, Rio Vermelho, Amaralina e Avenida Vasco da Gama, com previsão de retornar ao ponto de partida por volta das 12h. Para participar, os interessados devem comparecer ao local do evento com 1 kg de alimento não perecível, que será doado às obras assistenciais de Irmã Dulce.

Já no dia 20 de março, uma feira de prestação de serviços com o tema “Mulheres metamorfoseando Salvador", será realizada das 8h às 15h, na Praça da Revolução, em Periperi. No dia 26, entre 8h e 12h, acontece a "Quinta Temática" cujo mote será “Ações da prefeitura municipal no combate ao feminicídio”, quando serão apresentados os projetos legislativos Botão do Pânico e Patrulha Maria da Penha.

Com local e horário mantidos em sigilo por motivos de segurança, no dia 30 de março será inaugurada a Casa de Atendimento Provisório de Curta Duração Irmã Dulce, que receberá mulheres vítimas de violência doméstica. O encerramento das ações da prefeitura no mês da mulher será as 18h do dia 31 de março, com a apresentação da peça teatral “Quem é ela”, no Centro Cultural da Barroquinha.​

 

Fonte: g1.globo.com